História da Binter

1989

Começam as operações da Binter no Arquipélago. O seu objetivo: Tornar possível uma grande aventura, voar entre as ilhas, unindo-as entre si e com o exterior.

1999

O número de aviões ao serviço dos clientes era de onze, com capacidade para realizar a totalidad dos vôos operados pela Binter.

2002

Marca a história da companhia aérea: é o ano em que a empresa -até então nas mãos da Iberia- foi adquirida por um grupo de investidores canários. A companhia contava com 410 trabalhadores.

2005

Começa a expansão conseguindo que hoje em día os canários possam chegar de forma directa, sem escalas e sem incómodos, a pontos tão importantes como Marrakech, El Aaiún, Agadir, Casablanca e Madeira.

2009

A companhia empreende uma profunda restruturação com o objetivo de ser mais eficiente e prestar um melhor serviço aos seus clientes.

Os dados da consultora FlightStats situa a Binter como a companhia aérea mais puntual da Europa e Norteamérica nesse ano.

2012

A companhia aérea conseguiu ter a maior frota de aviões ATR da Europa, única em Canárias, chegando até aos 18 aviões. A Binter inicia uma segunda fase na sua expansão internacional e abre novas rotas desde as Ilhas Canárias voando a Casablanca, Agadir, Lisboa e Praia.

2013

A Binter abre uma nova sede em Tenerife Norte e amplia os seus destinos internacionais com dois novos destinos em África: Dakar e Banjul.

2014

A companhia aérea soma uma nova rota internacional ao seu programa ao conectar a Ilha de Sal com o arquipélago canário. No seu 25º aniversário, com 1.100 pessoas empregadas, adquire 6 novos ATR72-600 que se incorporarão á frota de maneira gradual nos anos seguintes.

2015

Começa a construção da sua nova sede em Gran Canaria e negocia a aquisição de outros 6 novos ATR72-600. Os 12 novos aviões incorporar-se-ão á frota entre Setembro de 2015 e 2018.

2016

Em 2016 começa a operar a Binter Cabo Verde. Criada com a intenção de conectar as ilhas de Cabo Verde seguindo o modelo de transporte inter-insular que desenvolvemos nas Canárias.

2017

Em 2017 a frota da Binter aumentou em três aviões com motores a reação de nova construção, modelo Bombardier CRJ1000, e até o final do ano terão chegado 9 dos 18 novos aviões ATR 72 600 adquiridos pela companhia aérea. Além disso, um novo destino da África Ocidental é adicionado à programação da companhia aérea: Dakhla.

2018

Em 2018, a Binter dá um novo salto no seu modelo de negócio começando a voar regularmente para dois destinos nacionais: Maiorca e Vigo.