Subsídios
Residentes nas Ilhas Canárias e nas Ilhas Baleares

Para poder beneficiar dos descontos de residente e/ou de família numerosa o passageiro deve demonstrar comprovativamente a sua condição, de acordo com o Real Decreto (CE) 1316/2001, alterado pelo Real Decreto 1340/2007 de 11 de outubro.

Residência

O desconto de residente é aplicável aos cidadãos que comprovadamente residem nas Ilhas Canárias, Ilhas Baleares, Ceuta e Melilla e que viajam entre o local de residência e qualquer ponto do território espanhol. A bonificação é de 75% nos voos interinsulares das Canárias e nos voos nacionais (território nacional).

Nas compras feitas através da web, em agências de viagens ou através de nosso Serviço de Atenção Telefónica a verificação da residência é feita de forma telemática.
Para que a verificação de residência seja realizada corretamente é necessário que o passageiro tenha inserido os seus dados exatamente como aparecem no seu documento de identidade. O resultado da verificação será mostrado na reserva e na confirmação de compra.
No caso de a residência ter sido verificada corretamente, o passageiro pode viajar sem necessidade de apresentar nenhum certificado.
No caso contrário, deve provar a sua condição de residência conforme indicado abaixo.


Credenciação e verificação

Para demonstrar a residência, os passageiros devem apresentar o que está especificado a seguir

Demonstração de residência para cidadãos espanhóis e cidadãos da UE / Schengen


  • - Certificado de inscrição emitido pela câmara municipal* em vigor (sempre acompanhado de algum documento de identidade ou passaporte).
  • - Os Deputados e Senadores das circunscrições correspondentes podem apresentar a sua Credencial em vigor.
  • - Os cidadãos com menos de 14 anos que não possuam DNI terão apenas que apresentar o certificado de inscrição da câmara municipal em vigor.

Credenciação de residência para cidadãos de países terceiros que sejam beneficiários do direito de residência ou do direito de residência permanente e os cidadãos com nacionalidade de países terceiros residentes de longa duração.


  • - Certificado de inscrição da câmara municipal* acompanhado do cartão de residência de familiar de cidadão da União Europeia ou o cartão de residência de longa duração (se não incluir uma fotografia também terá de apresentar um documento que comprove a sua identidade). Todos os documentos devem estar em vigor.

* De acordo com o modelo do Anexo I do Real Decreto 1316/2001 (Certificado de Viagem) e de acordo com a Lei 2/2012 do 29 de junho de 2012.

Caso não tenha sido possível verificar previamente a residência do passageiro de forma telemática, esta será verificada no momento da faturação, com a sua documentação pessoal (documento nacional de identidade, passaporte, NIE ou Cartão de Identidade de Estrangeiro -TIE- com autorização de asilo ou proteção subsidiária) juntamente com o certificado de inscrição.

Caso o passageiro faça o check-in online, a sua condição de residente será verificada na porta de embarque.

O certificado de inscrição de forma impressa ou em forma de suporte digital do original, não sendo válida uma fotografia do mesmo.

Quando um passageiro viajar com passagem aérea subsidiada não pode provar a sua identidade e residência ou os dados não coincidem com o titular do bilhete ou passagem, o embarque não será autorizado e não pode fazer a viagem correspondente.

Família numerosa

No caso de ter comprado uma passagem com bonificação por condição de Família numerosa, o passageiro deve provar a sua condição no balcão de faturação e no embarque apresentando a documentação de família numerosa:


  • - Título de família numerosa ou documento individual equivalente em vigor. Deve constar o número do título e a categoria.

Além disso, lembre-se de que também deve fornecer a documentação adicional necessária para viajar.


Residentes no Porto Santo
Tarifa Residente

As tarifas residentes estão destinadas aos passageiros cuja residencia fiscal está establecida em Porto Santo.

Para comprovação de passageiro residente em Porto Santo, o passageiro deberá de poder apresentar no momento do check-in ou embarque os seguintes documentos:

  • Bilhete de identidade Nacional ou Cartão do cidadão ou mesmo Passaporte
  • Documento oficial que comprove a sua residência na ilha de Porto Santo

Tarifa Estudante

As tarifas estudante destinam-se aos passageiros que frequenteam um estabelecimento de ensino em Porto Santo e estejam na possesão de um documento oficial acreditativo e autentificado pelo estbelecimento de ensino aquando do check-in ou embarque.

Consideram-se beneficiários de dita tarifas os estudantes que cumpram com as seguintes condições:

  • Passageiros com idade compreendida entre os 12 e os 26 anos.
  • Estudantes cujo domicilio ou estabelecimento de ensino se situe em Porto Santo e frequentam dito estabelecimento, ou frequentam um establecimento de ensino em Porto santo mas residem noutra parcela do territorio nacional.
  • Devem de poder apresentar aquando do check-in ou embarque o bilhete de identidade/ cartão do cidadão ou mesmo passaporte.
  • Certificado autentificado que comprove que o estudante em referencia frequenta o estabelecimento de ensino e está debidamente matriculado no ano em curso.

Se no caso de tanto passageiros beneficiários de tarifa residente como beneficiários de tarifa estudante não possam apresentar ditos documentos de comprovação e atestação, serão dirigidos a reemitir o bilhete para a tarifa de aplicação correspondente, pagando a diferença tarifária e respectiva penalidade.