Saída de menores a Terceiros Países

No momento do check-in o Agente de handling solicitará os documentos requeridos para os vôos de terceiros países (passaporte em vigor e visto).

Recomendações,

A policía do posto fronteiriço podría revisar a patria potestad do menor e a autorização para a viagem, negando incluso a saída do território, pelo que o Agente de handling recomendará:

• Levar um livro de familia ou documento que atesta a patria potestad do menor.

• Autorização do progenitor que não viaja com o menor junto com fotocópia do B.I. Se não viajam nenhum dos dois, de igual modo recomenda-se levar a autorização de que posede a patria potestad do menor. Será válido qualquer formato de autorização sempre e quando esteja assinado e acompanhado da fotocópia B.I do tutor/progenitor.

LA companhia fica exenta de responsabilidade se no posto fronteiriço se nega a saída do território por não levar os documentos necessários.

No caso caso de que se trate de menores com vôos em conexão, o agente de handling informará ao cliente na origen da possibilidade de que no posto fronteiriço na seguinte escala lhe deneguem a saída do território se não apresenta os documentos necessários e que a companhia está exenta de responsabilidade (o passageiro teria que voltar á origem pelos seus próprios meios).